Foi preso na quarta-feira (23), Romildo Pereira Franco, designado pela polícia como o autor da morte de sua companheira, Maria Vani da Silva Carvalho. A vítima foi morta com um tiro dentro do barco na segunda-feira (21), no rio Mutuaca, em Curralinho. Segundo a pesquisa, o homem não aceitou o fim da separação.

Romildo foi encontrado na comunidade do rio Mucutá, na região ribeirinha de Curralinho. A pistola, usada no crime, foi tomada pela polícia. Após a prisão, ele deve ser transferido para a unidade penitenciária de Breves.

Nas investições, policiais apreendem armas caseiras em Curralinho, no Marajó. — Foto: Reprodução / Polícia Civil
G1

Durante a investigação, outras prisões foram feitas, incluindo um homem que estava escondendo armas de fogo na casa onde ele morava. Eu suspeito que os armamentos seriam usados no caso da morte de Vania.

A polícia também encontrou três outros cartuchos na casa de um parente, Romildo, que foi preso em estado de ódio por posse ilegal de armas de fogo.

Os policiais então prenderam outro homem em uma oficina suspeita de produzir armas domésticas para uso em crimes na região e conserto de armas. Ele foi acusado de tráfico ilícito de armas de fogo. Quatro armas e três tambores de rifle foram levados ao local.

No depoimento, o dono da loja disse que vendeu o estojo para o sobrinho Romildo por R$ 800.

G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here