Um grupo de 39 presos que participaram dos recentes tumultos no Centro de Recuperação Breve de Marajó é transferido para a penitenciária da região metropolitana de Belém na noite de quarta-feira, segundo a supervisão do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe).

Os detidos iniciaram uma rebelião na tarde de 9 de janeiro passado. Testemunhas disseram ter ouvido tiros de uma arma de fogo. Os tumultos ocorreram nos blocos C e D, e de acordo com Susipe, o líder do motim e quatro outros participantes da ação foram identificados e apresentados à delegacia.

As transferências, segundo o Susipe, foram determinadas por uma ordem judicial. “A medida é parte de uma ação disciplinar contra os presos que não respeitam as regras de prisão nas unidades”, diz a declaração de Susipe.

O Susipe também anunciou que um processo disciplinar seria lançado para investigar delitos e excessos cometidos por detentos em uma penitenciária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here